Acupuntura e Homeopatia na Menopausa

Precisamos conhecer muito bem todos os fenômenos ocorridos em nosso corpo. Então começamos a partir da origem da palavra MENOPAUSA: Do grego men (mês) e pausis (cessação), logo, a menopausa refere-se à última menstruação confirmada espontânea da mulher. Nesse período, estão sendo encerrados os ciclos menstruais e ovulatórios.
Já CLIMATÉRIO, refere-se ao conjunto de sintomas que acompanham a menopausa, surgindo antes, durante ou depois do último ciclo menstrual, por volta dos 50 anos, aproximadamente. As dificuldades cognitivas, de memória, instabilidade emocional e humor depressivo, por sua vez, têm sido relacionados ao climatério. Possivelmente, os fatores socioculturais e psicológicos atuam influenciando também, esse processo hormonal. Outro sintoma, talvez referido como o mais desconfortável, seja as ondas de calor, as quais referem-se a sensação súbita e transitória de intenso calor, seguida de sudorese e de esfriamento em poucos segundos, sentida primeiramente no tórax, face e cabeça, secura vaginal, urgência de urinar, fadiga constante, são sintomas mais prevalentes e que tem sido relatado como a principal busca de tratamento nessa fase.
Afirmamos com certeza que a menopausa, não é uma doença. É um processo natural pelo qual o corpo passa ao envelhecer. Agora se os sintomas chegam a atrapalhar a qualidade de vida, tratamento alternativos como Acupuntura, Homeopatia e Psicoterapia podem ajudar a aliviar os sintomas e devolver à mulher seu equilíbrio.
Para Medicina Tradicional Chinesa, a Menopausa é a consequência natural da decadência da essência energética, onde o Rim é o principal órgão afetado. Sendo a acupuntura uma prática terapêutica criada há mais de dois milênios, é um dos tratamentos médicos mais antigos do mundo. Consiste na estimulação de locais anatômicos sobre a pele – os chamados acupontos. A penetração da pele por agulhas metálicas muito finas e sólidas, manipuladas manualmente ou por meio de estímulos elétricos capazes de ajustar canais energéticos do corpo, chamados de meridianos, de acordo com equilíbrio de yin e yang. Para o tratamento de cada mulher que apresenta sintomas do climatério, precisa antes fazer um diagnóstico através de uma anamnese de diferentes aspectos da vida da paciente e a observação de manifestações físicas como a pulsação, respiração, cor e aspecto da pele e da língua. No tratamento das ondas de calor, a acupuntura ajuda na redução de endorfinas na parte do cérebro que afeta a termoregulação, ou seja, a parte do sistema nervoso central que está relacionada com o controle da temperatura em nosso corpo. A acupuntura pode modular a neuroquímica cerebral, reduzindo os níveis de serotonina e aumentando endorfinas, a partir da sedação ou estimulação das agulhas, introduzidas nos pontos específicos, seja na acupuntura sistêmica ou na auriculoterapia. Além disso, a pressão aplicada pela acupuntura em determinados acupontos ajuda a equilibrar as funções de órgãos, como os ovários, glândulas pituitárias, tireoide, útero e também na paratireoide.
Existem além da Acupuntura, no tratamento da menopausa, diversas outras terapias alternativas como a yoga, meditação, fitoterapia, contudo a Homeopatia complementa perfeitamente esse tratamento, minimizando os sintomas mais desagradáveis, como se pode observar:
A Homeopatia, trata as pessoas e não as doenças, assim dizendo a homeopatia vai tratar a mulher como um todo, levando em consideração seus sintomas físicos, mentais e emocionais. Como cada individuo é único, as recomendações homeopáticas também são, por isso a consulta com um terapeuta homeopata leva em consideração, os medos, traumas, desgostos, decepções e frustrações que ocorrem ao longo da vida da paciente. E está indicada para o alívio dos sintomas do climatério, pois trata tanto os sintomas físicos como os sintomas emocionais. A homeopatia usa medicamentos altamente diluídos e energizados para uma ação profunda. Conseguindo assim agir de uma forma rápida e eficaz, com baixo custo e ausência de efeitos colaterais.

Por Cristiane Richter – Psicóloga e Denise Hardt – Terapeuta Homeopata, ambas atendendo no Espaço Vida Centro Terapêutico.